sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Qualidade Total



Lembre-se você não é invenção e sim uma grande caixa de idéias e conhecimento.
Anônimo
Tendo por referência a busca pelo defeito zero. A gestão pela qualidade total insere-se na história gerencial, portanto, como na metodologia apoiada na certeza de que somente as organizações capazes de oferecer um diferencial metódico e criterioso para que empresas, serviços e produtos sobreviveriam no mercado e existam maior índice de aprovação entre os stakeholder. Qualidade é um conceito complexo, porque significa diferentes coisas para diferentes pessoas. O que se deve de conotar é que não existe a possibilidade de saber qual dessas teorias é a melhor ou mais adequada, já que são completos e suficientes para auxiliar a implementação da Qualidade Total em empresas. Mas o fundamental é que qualquer que seja o caminho a ser trilhado tem que ter como base as políticas e filosofias da própria empresa, dentro do nível de maturidade requerido. O movimento no sentido do melhoramento da Qualidade e da implementação da melhoria contínua dos processos não vai acabar e não pode acabar. Todavia, tem sido crescentemente considerado pelas organizações como um modismo ou uma mania que começou a perder o fôlego. As companhias pararam de perseguir o modismo e estão procurando voltar às práticas negociais conceituadas, que lhes permitam competir em seus mercados. A fonte da produtividade não são os processos, mas sim as pessoas que os desempenham. Um sistema de gestão do desempenho humano bem-pensado e de alto valor coloca o foco sobre as pessoas e permite garantir que os requisitos do cliente estarão sendo satisfeitos por empregados que forem qualificados quando da sua contração, treinados adequadamente para desempenhar os serviços certos e receberem todo o apoio de que precisarem para sempre agregar valor ao seu local de trabalho. Programar uma iniciativa da Qualidade sem criar e instalar um sistema de gestão do desempenho humano é um erro que os profissionais da Qualidade não podem se permitir. Essa abordagem gera resultado tanto positivo quanto negativo, porém sempre resulta em algo. Para que isso ocorra, esta ação sempre tem uma função destinada, nada se faz sem ao menos ter objetivo firmado. Com este pensamento de melhoria em Sistema de Gestão da Qualidade toda a ação corretiva nem sempre gera um resultado único, às vezes dependendo, terá apenas um resultado de contenção ou até mesmo uma ação sem resultado. Responsável pela aplicação de todas as sete ferramentas (Fluxograma - Diagrama Ishikawa (Espinha-de-Peixe) - Folhas de Verificação - Diagrama de Pareto - Histograma Diagrama de Dispersão - Cartas de Controle) uma nova ferramenta esta sendo estudada. O ser humano, para que seja auto-suficiente para aplicar e avaliar as demais dessa nova ferramenta. É aplicada conforme sua capacidade de execução, normalmente utilizada no inicio de uma aplicação de processo e no final para avaliação do mesmo processo. Isso se justifica por que o individuo esta presente no chão de fábrica, na Gestão e em todos os setores da empresa, aplique cada dia mais esta ferramenta no seu dia a dia, isso é o que torna o processo de melhoria continua um resultado aplicado de forma eficaz. Para que haja a aplicação das ferramentas da Qualidade em sua empresa o individuo deve aplicar seu conhecimento na execução de todas as sete ferramentas da Qualidade, atribua suas aplicações em algo realmente objetivo, resultado disto é a efetividade das ações. A falta de consciência de muitas empresas e profissionais que lidam com sistemas complexos tem sido um dos maiores problemas em adotarem uma política de qualidade.

Dia Nove de setembro: Dia da Administração


A profissão de Administrador é relativamente nova e foi regulamentada no Brasil em 9 de setembro de 1965, data que se comemora o dia do Administrador. Os primeiros administradores profissionais (administrador contratado, que não são o dono do negócio) foram os que geriam as companhias de navegação inglesas a partir do século XVII. Estas empresas foram às primeiras sociedades anônimas que se tem noticia. Administrar envolve a elaboração de planos, pareceres, relatórios, projetos, arbitragens e laudos, em que se exija a aplicação de conhecimentos inerentes ás técnicas de administração.
Para ser um bom administrador deve-se desenvolver algumas habilidades: exige ao especialista, fazer codificação, interoperabilidade e habilidades de multiusuários.
As Atitudes do Administrador deve ser: Pró ativo, ousado, criativo, bom exemplo, cumpridor das promessas, saber utilizar seus princípios, ser cooperativo e ser um bom líder ajudando os funcionários para que eles possam crescer junto com a empresa. São atitudes que deve ser lembradas e sempre estar em abundante desenvolvimento. Com essas características e somada a  GENTILEZA aos novos acadêmicos de Administração sempre terão um espaço no mercado.

Já as Habilidades Conceituais como a Direção, deve ao administrador desenvolver a Visão sistêmica e assim analítica e prospectais.
Já as Habilidades Humanas deve se orientar as gerenciais, como por exemplo saber lidar com pessoas, comunicando-se eficientemente, negociando, conduzindo mudanças, obtendo cooperação e solucionando conflitos.

Ter Habilidades Técnicas de supervisão, saber utilizar princípios, técnicas e ferramentas administrativas. Saber decidir e solucionar problemas.